Traje obrigatório: diversão com glamour

dresscodemoderno3

Você sabe o que é um “dress code”? Em tradução literal, um código de vestir. E nas entrelinhas acrescenta-se: código social e/ou profissional de vestuário para cada situação, evento e locais de nossas vidas. Esse código pode ser particular, como quando descrito no convite de uma festa; permanente, como cerimoniais governamentais ou determinados locais de trabalho; ou convencionados, que são os casos em que você sabe que deve se vestir de determinada maneira, mesmo que não esteja descrito em nenhum lugar, simplesmente porque as pessoas ao longo do tempo se habituaram a frequentar tal local em uma maneira de vestir comum. Esses códigos estão em praticamente todas as situações da nossa vida e seja por respeito ou para ser respeitado, é sempre bom seguir essas regrinhas (in)visíveis.

 dresscodemoderno1

O que eu venho notando é que ocasiões de lazer, casuais e despojadas têm cada vez mais aumentado o nível de “arrumação” necessário. Explicação? O que me parece é que a moda, com informação muitíssimo democratizada através da internet, têm ampliado as marcas e opções, elaborado mais nas criações, gerado cada vez mais desejos e ampliado o potencial de consumo. Isso significa que as pessoas têm comprado mais e mais peças “desejo”, acessórios elaborados e isso não pode ficar no armário esperando uma ocasião mais legal para ser usado. Então elas têm sido incorporadas ao cotidiano, baladas, café com amigos, festas vespertinas etc.

dresscodemoderno2

Acho que essa coisa de visual despojado, chique mas usável, hi-lo – nos bons casos – virou mesmo um dress code contemporâneo. Vejo que em tempos de “look do dia”, facebook e instagram o que tem importado para as mulheres por aí é sair bem na foto e de preferência com uma das tendências da vez. Isso é ruim? Sim e não. Eu tenho váaaarias críticas a alguns comportamentos desse tipo, mas adoro ver as pessoas se arrumando mais no dia a dia e procurando estar com um visual legal em qualquer hora e lugar. Pessoas sendo mais criativas na hora de escolher a roupa e se preocupando mais com peças mais trabalhadas, que valorizam o design de moda. É claro que ainda não é a maioria das pessoas e dependendo do lugar talvez você pareça “arrumada demais”. Mas e daí? Se o fato de a moda “estar na moda” for o responsável por essa mudança de comportamento e do dress code do cotidiano, tanto melhor. A moda, mesmo que vá muito muito além disso, também é criar desejo, impacto e esbanjar glamour. É a parte divertida e fútil da coisa toda e que se usada e entendida na medida certa, só deixa a vida mais bonita e a autoestima lá em cima.

Então, minha dica de hoje é: não ligue de estar “arrumada demais”. Divirta-se na hora de se arrumar, seja criativo, use o potencial de seu guarda-roupa e está tudo certo! ; )

Anúncios

3 respostas em “Traje obrigatório: diversão com glamour

  1. Pingback: Anne Fontaine: bons clássicos na C&A | Moda Esporte Clube

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s